O Blog do Roberto Porto


UOL


O Botafoguense, segundo Nélson Rodrigues



Todos os torcedores de futebol se parecem entre si como soldadinhos de chumbo. Têm o mesmo comportamento e xingam, com a mesma exuberância e os mesmos nomes feios, o juiz, os bandeirinhas, os adversários e os jogadores do próprio time. Há, porém, um torcedor, entre tantos, entre todos, que não se parece com ninguém e que apresenta uma forte, crespa e irresistível personalidade. Ponham uma barba postiça num torcedor do Botafogo, dêem-lhe óculos escuros, raspem-lhe as impressões digitais e, ainda assim, ele será inconfundível. Por quê?


Pelo seguinte: – há, no alvinegro, a emanação específica de um pessimismo imortal. Pergunto eu: – por que vamos ao campo de futebol? Porque esperamos a vitória. Esse otimismo é o impulso interior que nos leva a comprar ingresso e vibrar os noventa minutos. E, no campo, o otimismo continua a crepitar furiosamente. Não importa que o nosso time esteja perdendo de 15 a 0. Até o penúltimo segundo, nós ainda esperamos a virada, ainda esperamos a reação. Pois bem: – o torcedor do Botafogo é o único que, em vez de esperar a vitória, espera precisamente a derrota.


Os outros comparecem na esperança de saborear como um chicabom o triunfo do seu clube. Mas o torcedor do Botafogo é diferente: – ele compra o seu ingresso como quem adquire o direito, que lhe parece sagrado e inalienável, de sofrer. Eis a verdade: – ele não vai a campo ver futebol. O futebol é um detalhe secundário e, mesmo, desprezível. Ele quer, acima de tudo, desgrenhar-se, esganiçar-se, enfurecer-se e rugir contra Zezé Moreira. No dia em que retirarem do torcedor alvinegro o inefável direito de sofrer e, sobretudo, o direito ainda mais inefável de descompor o seu técnico, ele ficará inconsolável, como um ser que perde, subitamente, a sua função e o seu destino.


Tudo na vida é uma questão de hábito. E o cidadão que padece todos os dias acaba se afeiçoando ao próprio martírio ou mais do que isso: – o martírio torna-se insubstituível como um vício funesto. É o caso da torcida alvinegra que, desde 1910, sofre e, ao mesmo tempo, xinga Zezé Moreira. Conclusão: – já não pode viver sem uma coisa e outra.


Por exemplo: – o clássico de ontem, no Maracanã, foi o que se chama de jogo ideal para o torcedor do Botafogo. Já durante a semana, ele vivera mergulhado no pessimismo como um peixinho no seu aquário. E, ontem, finalmente chegou o grande dia: – a torcida alvinegra sofreu como nunca e rugiu, como nunca, contra Zezé Moreira. De fato, o Vasco exerceu um feroz, um maciço domínio de oitenta minutos. E mais: – o Vasco deu show, jogou bonito, brilhou escandalosamente como um Sol. No intervalo do primeiro para o segundo tempo, encontro um amigo Botafoguense. Exultante com o próprio sofrimento e com o próprio furor, ele veio, para mim, de braços abertos. Do lábio, pendia-lhe a saliva pesada e elástica de uma cólera sagrada. Agarra-me e rosna-me, ao ouvido: – “Esse Zezé Moreira é um tarado!” E repetia, atirando patadas ao chão: – “Tarado!”


A princípio, pensei num crime sexual ainda impune, praticado nalgum terreno baldio. Pálido, quero saber por que “tarado”. Então, o amigo explica-me: – porque pusera o Bauer no lugar de Pampolini! E essa substituição parecia, ao meu conhecido, o sintoma inconfundível de uma “tara” tenebrosa. O diabo é que todo o esforço e todo o brilho do Vasco não renderam mais que um franciscano empate de 0 a 0. Acresce que, nos 10 minutos finais, o Alvinegro reage dramaticamente e quase ganha o jogo, quase.


Fica a minha pergunta: vocês, Botafoguenses, concordam com o Nélson? E esclareço: o jogo é da década de 50.


Saudações Botafoguenses,


Roberto Porto


portoroberto@uol.com.br


PS-1: Nelson errou. O Botafogo venceu no primeiro turno por 1 a 0 (Roberto Porto)


PS-2.: Nélson Falcão Rodrigues (1912-1980) foi um importante dramaturgo, jornalista e escritor. Seu livro "O Berro Impresso das Manchetes", recentemente lançado pela Editora Agir, com projeto gráfico exuberante, é um show para quem gosta de ler futebol (à venda no Submarino por R$42). Traz algumas das crônicas mais interessantes que Nélson publicou na imprensa. Destaque para as duas crônicas que escreveu depois do glorioso 6 a 2 do Botafogo sobre o Fluminense na histórica final do Campeonato Carioca de 1957, que o Porto já contou aqui, com requinte de detalhes (Cesar Oliveira).


MAIS UM INTEGRANTE DA TORCIDA DO BOTAFOGO!




Ricardinho Emery Pontes, filho do Guime e da Babi, está na área. Se derrubar, até a Ana Paula marca pênalti. Bem-vindo, Ricardinho! Parabéns, Babi & Guime! Assim que estiver durinho, vamos levá-lo ao Engenhão! Que Deus te abençoe, Ricardinho! (Cesar Oliveira).



Escrito por Roberto Porto às 22h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, Portuguese, Esportes, Arte e cultura, O BOTAFOGO, MINHA MAIOR PAIXÃO IMATERIAL
Histórico
Outros sites
  MEU LIVRO - clique aqui para comprar
  ESPN BRASIL - Leia minha coluna semanal
  DIRETO DA REDAÇÃO
  LIVROSDEFUTEBOL.COM - todos os livros de futebol com 10% de desconto e frete grátis
  VESTIÁRIO ALVINEGRO - assine a única agência de notícias sobre o Botafogo na internet
  ARQUIBA BOTAFOGO, o blog do meu amigo Paulo Marcelo Sampaio
  MUNDO BOTAFOGO, o blog do luso-alvinegro Rui Moura
  BLOG DA MALU CABRAL - é só para botafoguenses
  CORAÇÃO ALVINEGRO, um blog botafoguense de coração
  O BLOG DO GAROTINHO - José Carlos Araújo é o maior locutor do Brasil
  BLOGSTRAQUIS - de meu considerado amigo Moacir Japiassu
  IQUE - veja o blog do meu amigo e fantástico cartunista
  CLAUDIO JORGE - um tremendo músico, botafoguense de carteirinha
  CANAL BOTAFOGO - meu parceiro César Oliveira escreve lá
  CANTINHO BOTAFOGUENSE - o blog do Rodrigo Federman, de Vitória (ES)
  AMOR AO BOTAFOGO, blog do Rodrigo Medeiros
  BLOGTAFOGO - do Ricardo Nepomuceno
  SNOOPY EM PRETO E BRANCO, do meu parceiro Fábio Deus
  FOGOHORIZONTE - a maravilhosa torcida do Fogão em Belô
  CRÔNICA ESPORTIVA - do meu amigo Diego Mesquita
  JORNAL DE DEBATES, cujo editor no Rio é o botafoguense PC Guimarães
  A LÍNGUA DA BOLA, interessante site do Professor Feijó
  BLOG DO HELIO ARCANJO - que, como eu, também vai de Kombi...
  FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS, tremendo blog do Luiz Fernando Bindi
  BLOG DO ERALDO LEITE - botafoguense e imperiano feliz
  PORRADA NELES! - o jornalista botafoguense PC Guimarães baixa o sarrafo na "flaprensa" e defende o Botafogo
  BLOG DO JOÃO-NINGUÉM, do Vinícius D´Ávila Barros
  FOGOBLOG by Álan Leite
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?